Corumbaense bate o ASA e agora enfrenta o Vitória na segunda fase da Copa do Brasil

Gol da classificação saiu no finalzinho do segundo tempo

Mais uma vez o Corumbaense faz história. Em sua primeira participação na Copa do Brasil, o time de Corumbá eliminou o ASA de Arapiraca (AL), conquistando uma classificação heróica na noite de quarta-feira (07), no estádio Arthur Marinho, em Corumbá. O único gol da partida saiu aos 44 minutos do segundo tempo em uma falta cobrada por Elivélton da entrada da área. A bola passou pela barreira e só parou dentro da rede do goleiro Dida.

O time de Corumbá foi superior ao adversário durante quase todo o tempo. A equipe visitante optou por administrar o empate com uma boa montagem tática e uma defesa quase intransponível. Também procurou gastar o tempo durante o jogo e só começou a ter pressa após o gol do “Carijó da Avenida” no final da partida.  

A torcida, que tem apoiado o time em todos os jogos da temporada, fez sua parte mais uma vez. Pouco antes do gol, os torcedores entoavam na arquibancada o grito: “Eu acredito!”. Aos 44 minutos da etapa final, após falta na entrada da área, Elivéllton que tinha entrado aos 20 minutos do segundo tempo assumiu a responsabilidade naquela que seria uma das últimas oportunidades do Corumbaense e decretou a classificação.

“O time é de guerreiro, conseguimos na força, na garra. Hoje não prevaleceu a técnica, mas a torcida empurrou até o final. Toda honra e toda glória é de Deus, eu estou aqui para fazer mais um gol e para ajudar a equipe nessa classificação e fazer história aqui, essa é minha meta. Eu, o Augusto, o Da Matta, a gente treina todo dia para chegar na hora do gol e estar preparado”, explicou o herói da noite.

Da Matta, que fez excelente partida, destacou a qualidade e frisou que o clube merecia a vitória pelo futebol que apresentou na noite. “Jogo eliminatório é isso, emoção a todo instante, toda bola pode ser decisiva e graças a Deus deu certo, fizemos uma grande partida e seria um pecado se não saíssemos com essa classificação. Temos que enaltecer o grupo, temos um grupo muito forte, de trabalhadores, dá orgulho de trabalhar com esses profissionais. Era um sonho que a gente tinha poder oferecer isso para essa cidade tão bonita que é Corumbá”, disse o camisa 10 ao Diário Corumbaense.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

166 views