Dois homicídios e uma tentativa são registrados nas primeiras horas deste sábado na fronteira

Vitima tinha acabado de sair de uma padaria quando foi atingido por vários disparos. (Foto divulgação)

O clima de terror continua aterrorizando a população fronteiriça sem que, nenhuma providencia no sentido de coibir a ação dos marginais seja tomada pelas autoridades que se sentem à mercê dos bandidos mostrando claramente que, a situação fica cada dia pior com a atuação principalmente dos matadores de aluguel, que demostram não estar nenhum um pouco preocupado com as autoridades policiais dos dois países.

Geralmente esse tipo de crime sempre está ligado a acertos de contas, envolvendo facções criminosas. Neste sábado (12),por volta das 7h00 da manhã, o proprietário de um lava jato localizado no bairro São Domingos, identificado como Josimar Alves da Cruz de 26 anos, conhecido como Guará, e que, segundo informações tinha passagem pela polícia, foi morto a tiros logo depois de deixar uma padaria no bairro.

Imagens captadas por uma câmara de segurança instalada na região, mostra o momento em que a vítima caminhava em direção ao seu veículo, quando dois homens, em uma moto de procedência estrangeira sem identificação se aproximaram, e o garupa desceu tranquilamente, efetuando pelo menos 19 disparos de pistola 9mm contra Josimar que morreu no local. Em seguida, os dois homens saíram do local tomando rumo ignorado. A Policia Militar foi acionada, esteve no local e comunicou a Policia Civil que enviou a equipe de Perícia Técnica, para os levantamentos de praxe. O corpo foi encaminhado ao IML e posteriormente liberado aos familiares.

Apos ser baleado, a vitima perdeu o controle da direção se chocando contra uma residencia.

Outro homicídio

Ainda na manhã deste sábado (12), duas horas depois, o agricultor identificado como Teodoro Cano Alonso de 44 anos, de nacionalidade paraguaia, foi morto em plena área central de Pedro Juan Caballero quando transitava em uma caminhonete Toyota Hilux, com placas BEP 996 do Paraguai pela rua Cerro Leon, quando foi alcançado por dois homens em uma motocicleta que, ao se aproximarem do veículo, abriram fogo contra a vítima que acabou morrendo no local.  Após ser atingido pelos disparos, o agricultor perdeu o controle da direção e acabou se chocando contra uma residência. Agentes da Polícia Nacional estiveram no local para os procedimentos. O corpo foi encaminhado ao IML do Hospital Regional em Pedro Juan Caballero. Sem nenhuma pista para o crime, a polícia não descarta que, pode se tratar de um acerto de contas entre os envolvidos.

Vitima foi atingida por pelo menos oito disparos de arma de fogo. Foto divulgação

Tentativa

Ainda neste sábado (12), mais uma ação dos criminosos foi registrado pela polícia brasileira. Por volta das 9h15 da manhã, dois homens chegaram armados, em um lava jato localizado na Rua Soldado Antônio Thomas Machado esquina com a Rua Tiradentes no centro de Ponta Porã. Um deles desceu e armado com uma pistola 9mm, efetuou pelo menos oito disparos contra o vitima que foi identificada como, Luiz Guilherme Bittencourt de 28 anos e que seria arrendatário do lava jato. Os disparos chamou atenção dos moradores na região que, a cada dia, se sentem mais inseguros com relação a fatos semelhantes.

Luiz Guilherme tomava tereré com outros funcionários do lava jato quando foi atingido. Após os disparos, a dupla saiu do local tomando rumo em direção ao Paraguai. A vítima foi socorrida e encaminhada ao Hospital Regional, onde deveria ser submetido a cirurgias para a retirada dos projeteis. Nesse atentado, os autores também fugiram sem serem identificados, assim como a motocicleta que ocupavam.   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

385 views