Em Ponta Porã, homem é preso após furtar crânio no cemitério Cristo Rei, o principal da cidade

Cemitério Cristo Rei o principal da cidade. Foto ilustrativa

Integrantes da Guarda Civil Municipal de Ponta Porã, foram acionados via telefone de emergência 153 por Lino dos Santos que trabalha como coveiro do cemitério Cristo Rei, informando sobre uma suposta violação de túmulos. Quando os guardas chegaram ao local e conversaram com o servidor foram informados que, no cemitério existem vários túmulos possivelmente abandonados por parentes, onde os restos mortais acabam ficando expostos.

Ele contou ainda que, um homem identificado como Jean Rodrigues Duarte (18), que trabalha como lavador de veículos e residente no bairro Jardim Panambi teria furtado de um dos túmulos o crânio de uma pessoa, que foi escondido por ele nas imediações do cemitério.

Depois de colherem outras informações, os guardas passaram a procurar pelo suposto autor do furto que foi localizado horas depois. Ao ser questionado pelo guardas, o autor se negou a repassar informações, mas mostrou o local onde havia escondido o crânio humano que foi recuperado e levado de volta ao cemitério. O autor foi conduzido a sede do Primeiro Distrito Policial onde foi autuado em flagrante pelo crime de Vilipendio a cadáver com base no artigo 212 do CP que se condenado  por pegar de um a três anos de prisão alem de multa. O fato reforça as informações de que ossadas humanas estariam sendo furtadas e vendidas em Pedro Juan Caballero onde são usadas por estudantes de medicina. Na fronteira outros casos idênticos já foram registrados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

203 views